Postcron é a Maneira Mais Fácil de Programar Postagens no Facebook, Twitter e Google+ Experimente Grátis

Marketing Personalizado: 5 dicas para implementá-lo de forma adequada

Por Autor Convidado |

 

Marketing Personalizado: 5 chaves para implementá-lo adequadamente

 

Todos, alguma vez, recebemos um email surpresa, de alguma marca da qual compramos anteriormente e estranhamos a sensação de sermos observados. Essa sensação costuma surgir depois deste tipo de iniciativa, que costuma não trazer nenhum benefício à empresa.

É fundamental saber trabalhar com Marketing Personalizado para ajustá-lo ao tipo de cliente com quem você quer conversar, sempre de acordo com nosso setor de atuação.

O que é Marketing Personalizado?

O marketing personalizado consiste em atrair os clientes em potencial com mensagens adaptadas às suas necessidades e características particulares. Isso traz grandes benefícios, tanto para empresas como para clientes, já que, quando segmentamos o mercado de forma adequada, o cliente sente-se valorizado pela empresa, que consegue mais vendas, visibilidade e fidelização.

O mais difícil é redigir uma mensagem que seja personalizada, mas que não ultrapasse os limites do invasivo e acabe tendo o efeito contrário do que queremos conseguir. Para ter resultados positivos e evitar este tipo de erro, na sequência, deixo 5 dicas para fazer um bom marketing personalizado.

1- Dar recomendações de produtos que os clientes não conhecem

Uma das técnicas mais usadas pelas empresas é exibir lembretes às pessoas que procuraram produtos específicos, mas que não chegaram a comprá-los. Essa técnica é chamada de retargeting e nem sempre é muito bem vista pelos clientes, já que as empresas costumam ser bastante enfáticas na hora de mostrar novamente seus produtos com a intenção de atraí-los novamente. Os consumidores nem sempre querem ser lembrados sobre produtos que já conhecem, preferem conhecer novos itens, que também tenham a ver com seus gostos.

Uma forma de aplicar esta estratégia no marketing de, por exemplo, uma loja de calçados, poderia ser a seguinte: uma mulher procura sapatos na página da loja e a empresa, ao invés de mandar um email com os calçados que visualizou, envia um email com uma seleção personalizada, pensada especificamente para ela, de acordo com a temporada e que inclua produtos novos e alguns dos que foram visualizados.

Marketing SegmentadoAs empresas também mandam emails aos clientes, uma vez que tenham feito a compra de um produto similar ao que acabou de adquirir. Isso é um erro, porque os clientes não querem comprar algo semelhante ao que acabam de adquirir. É preciso exibir produtos que pode ser de interesse para eles e que sejam compatíveis – preço – com o que comprou previamente.

Dessa forma, por exemplo, se um cliente compra um casaco pela internet, a plataforma onde o comprou manda um email após uma semana da compra, com recomendações de produtos semelhantes. Veja bem, um casaco não é um item que se compra frequentemente, logo, seria melhor mandar produtos como calças, camisas e outros que casem com os gostos do cliente. Ele simplesmente não vai comprar outro casaco logo após ter comprado um novo.

_Mail-exemplo

É importante fazer um seguimento dos emails e analisar o retorno que gerame quantas pessoas procuram produtos novos e efetivamente os compra, tudo para conseguir ajustar os resultados obtidos.

2- Interaja com o cliente quando ele estiver no “modo de compras

Escolher o momento exato para mandar uma mensagem é tão importante quanto o conteúdo em si.

Marketing Segmentado

Vejamos o exemplo da Coca-Cola, que escolheu compartilhar um momento com a pessoa com o nome na garrafa. Se o cliente compra um refrigerante com seu nome e vê outra garrafa ao lado, com o nome de um amigo, a probabilidade de comprar mais uma Coca é bastante alta.

Mas, como aplicar isso no seu  pequeno negócio local? Por exemplo, se você tem uma floricultura e recebe um cliente que compra flores para sua namorada em seu aniversário, pode mandar uma mensagem para ele no ano seguinte, alguns dias antes dessa data, para lembrá-lo de que pode comprar um presente novamente na sua floricultura. Uma boa opção é usar as técnicas de Whatsapp marketing para atingir seu cliente de forma rápida e eficiente.

Quando enviamos uma mensagem na hora errada, é bem possível perder um cliente. Ele pode não estar no “modo de compras” ou até mesmo já contratou outro serviço. Para  fazer marketing personalizado, as empresas precisam obter informações dos clientes e saber quando precisam de algo.

Marketing Segmentado

3- Notifique seus clientes quando há eventos ou produtos relevantes para eles

Uma excelente estratégia de Marketing Personalizado é notificar os clientes sobre eventos relevantes para eles ou sobre  produtos que estão novamente disponíveis. Também pode servir para avisar os usuários sobre o lançamento de produtos, de acordo com suas compras anteriores.

Então, por exemplo, se você tem uma loja online e percebeu que um cliente selecionou um produto que não estava no seu tamanho ou a cor desejada e, portanto, não fez a compra, você pode, no momento em que tiver produto em estoque novamente, mandar uma mensagem avisando que o item já está disponível no tamanho e nas cores que ele queria.

Você precisa ter cuidado e saber exatamente o que o cliente fez antes. Não podemos simplesmente enviar uma mensagem com o mesmo produto para um cliente que já o comprou.

No Marketing Personalizado, devemos cuidar dos detalhes do seguimento de cada cliente para sermos assertivos na hora de enviar novas propostas. Um cliente  que recebe uma mensagem com o mesmo produto que comprou vai pensar que a empresa não manda mensagens personalizadas e que não o conhecem – nem tem interesse nisso. O resultado? Uma imagem de marca afetada e um usuário que vai comprar em outro lugar.

Marketing Segmentado

4- Conheça os clientes, não importa onde eles estejam

Os clientes esperam que as empresas também se conectem com eles através de experiências off-line. Esta é uma tarefa muito complicada para muitas marcas, uma vez que requer a colaboração interna de vários departamentos, mas se a companhia consegue conectar seus departamentos, pode obter excelentes resultados com esta estratégia, já que o cliente sente que a empresa o conhece muito bem.

Esta estratégia é seguida por marcas como a Nike, quando patrocinam uma maratona e, no final do evento, enviam um e-mail a todos os participantes registrados, agradecendo sua participação e oferecendo-lhes uma promoção, como sapatos de corrida, acessórios para treinamento, etc. Ações como essa fazem o cliente sentir-se agradecido e apreciado.

Esta estratégia funciona em um grande número de setores quando executada da forma correta. Lembre-se de que os clientes não gostam de se sentir “espionados” pelas empresas, logo, as mensagens não podem ser abusivas. As mensagens de Marketing Personalizado devem ser lançadas em ocasiões especiais e eventos relacionados à sua marca, quando você souber que podem agregar valor à experiência do usuário.

5- Mostre valores reais aos clientes

Programas de fidelidade ou “loyalty programs” são uma estratégia fantástica fidelizar seus clientes e fazer que eles comprem regularmente seus produtos. Para isso, é importante saber quais são os produtos que compram e com que frequência o fazem. Graças a isso, podemos dar descontos e fazer ofertas personalizadas para cada usuário, dependendo dos seus gostos.

Um exemplo claro desta estratégia é o da Starbucks. Eles enviam e-mails para seus clientes dizendo que, se eles comprarem 3 bebidas por semana, ganham uma de brinde. Além disso, manda e-mails de lembrete aos clientes que começaram a participar da promoção para que não se esqueçam de ir até o fim.

Marketing Segmentado

Isso cria satisfação no consumidor, pois considera que a empresa leva em conta seus clientes e oferece promoções muito interessantes.

Você ouve seu cliente?

Para desenvolver uma estratégia adequada e poder aproveitar todas essas vantagens, é necessário saber o que seu cliente quer. Para isso, as empresas medem “likes” nas redes sociais, visualizações das publicações e conversões de anúncios para poder saber que conteúdo e quais produtos geram mais engagement nos consumidores.

As ferramentas de análise de dados são essenciais para entender o comportamento do consumidor, mas também são importantes para ouvir o cliente e saber o que ele quer, assim comoo que melhoraria na sua marca. A comunicação direta com o cliente é vital para compreendê-lo perfeitamente e ajudá-lo a ter uma melhor experiência com a marca. Graças a isso, você pode criar mensagens mais personalizadas para que o cliente se sinta mais à vontade com a empresa e compre mais regularmente.

Ouvir seu cliente é essencial para executar boas campanhas de Marketing Personalizado e não cometer erros como os mencionados acima.

Para criar uma boa estratégia de Marketing Personalizado, você deve levar em conta vários fatores. É necessário mandar uma mensagem coerente e correta, na hora certa, sempre pensando no cliente e no histórico de relacionamento com sua empresa. Você precisa saber exatamente o que o cliente fez no seu ambiente, por quais produtos ele pode ter interesse e como alcançá-los para converter uma venda.

O principal objetivo da Marketing Personalizado é gerar novas vendas e fidelizar clientes, algo fundamental no mundo em que vivemos, já que os clientes que confiam em uma marca e sentem-se valorizados por ela voltam a comprar com as mesmas marcas.

A incorporação de uma boa estratégia de Marketing Personalizado é necessária para qualquer empresa que queira criar um bom relacionamento com seus clientes.

_________

Sobre a Autora

Macarena Vayá, Country Manager España na Sortlist e especialista em posicionamento SEO e Marketing Digital

Comments

Social