Como manter sua presença nas redes sociais dedicando apenas 1 hora por mês!

Aprenda neste Webinar gratuito a usar as melhores ferramentas para automatizar suas redes sociais

- O próximo webinar começa em: -

Postcron é a Maneira Mais Fácil de Programar Postagens no Facebook, Twitter e Google+ Experimente Grátis

Como fazer uma análise da concorrência nas Redes Sociais em 5 passos (acompanha planilha de seguimento!)

Por Elisabet Parera | Escritor em Postcron.com

analise da concorrência

Com certeza você já ouviu aquela famosa frase de Al Pacino no filme The Godfather II: “Mantenha seus amigos perto, mas seus inimigos mais perto ainda”. Pois é exatamente isso o que você tem que fazer nas redes sociais, e sim, estamos falando da sua concorrência. A não ser os que você não precise ver como inimigos e sim como aliados; que são exatamente os que vão impulsionar o seu negócio em direção ao sucesso.

E qual é a melhor maneira de ficar perto dos seus concorrentes nas redes sociais? Assistir, ver o que eles fazem e analisá-los cuidadosamente. Isso mesmo: analisar a concorrência é essencial dentro de suas estratégias nas redes sociais.

Veja bem, como você vai poder saber se a sua estratégia de marketing de social media está funcionando se você não sabe o que a sua concorrência anda fazendo?

E melhor ainda: como você pode tomar decisões inteligentes para ajudar a manter seus clientes atuais e a atrair novos se você não sabe nada sobre a sua concorrência?

Bote isso na sua cabeça: quanto mais perto dos seus concorrentes, mais chances você tem de saber se as suas atividades nas mídias sociais estão no caminho certo ou se há algo que deve ser potencializado, eliminado ou revisto.

Agora, como você deve conduzir uma análise da concorrência eficiente? Quais dados deve analisar e quais são as ferramentas que podem ajudar no processo?

Vou contar tudo em detalhes para que quando você termine de ler este artigo já tenha a sensação de ser um verdadeiro especialista em análise da concorrência, mesmo sem ter experiência na área. Além disso, vou compartilhar um modelo que você pode baixar, assim você já pode começar agora a fazer a sua análise competitiva. E aí, quer se tornar o melhor espião de todos os tempos?

analise da concorrência

Por que você deve fazer uma análise da concorrência? 12 razões que vão fazer você dizer ‘eu quero’

Se você está se perguntando por que é tão importante fazer análise da concorrência, vai ver todas as respostas abaixo e não vai mais precisar pensar nessa pergunta.

Porque  analisar seus concorrentes não só vai servir para conhecê-los a fundo, saber o que estão fazendo, se estão dando certo ou comprovar se eles crescem mais ou menos, mas também vai lhe ajudar a saber em quais aspectos você é melhor do que eles. Ao mesmo tempo em que lhe permitirá tomar decisões que ajudarão a melhorar o potencial de sua estratégia de mídia social. E há mais, muito mais.

Então, se você está se perguntando por que deve investir uma parte do seu precioso tempo em fazer análise dos concorrentes, vou dar algumas razões pra você querer começar hoje mesmo (e a boa notícia é que, na verdade, você pode começar assim que terminar de ler este artigo). Papel e caneta na mão?

Por que fazer uma análise da concorrência? 12 razões para dizer “sim”

analise da concorrência

  1. Fornece uma visão geral do seu ramo de atuação;
  2. Ajuda a saber como seus concorrentes se comunicam com o público;
  3. Saber em todos os momentos o que a concorrência está fazendo, onde quer que esteja;
  4. Identificar os pontos fortes e fracos da sua estratégia – e das deles;
  5. Conhecer melhor os seus clientes e ter uma ideia mais sólida dos seus hábitos;
  6. Inspirar a fazer coisas novas e implementar ações mais potentes;
  7. Detectar algo que você não tinha levado em conta mas que é relevante;
  8. Saber o que você está fazendo certo e o que não  – para então agir de acordo com as necessidades;
  9. Evitar surpresas já que você vai conhecer todos os movimentos da concorrência;
  10. Sair na frente, já que você conhecerá o contexto e poderá prever seu comportamento;
  11. Permitir que você monitore a atividade e a evolução de seus concorrentes para comparar com a sua performance;
  12. Evitar o estacamento e fomentar a permanente melhora para que você se posicione como uma referência no seu setor.

Definitivamente, ver o que os outros estão fazendo vai lhe ajudar a melhorar a sua própria estratégia de mídia social e fazer que o seu negócio cresça.

analise da concorrência

Mas é importante que você tenha em mente que não se trata de ‘espiar’ a concorrência, é preciso analisá-la para poder tirar o maior proveito da sua estratégia. Basicamente:

A análise da concorrência não serve para espionar ou copiar, e sim para ter ideias e identificar uma vantagem competitiva.

Então, agora você já sabe por que deve fazer constantes análises competitivas, quer saber também como fazer uma análise da concorrência e o que precisa ser considerado? É só seguir lendo!

Como fazer uma análise da concorrência nas redes sociais em 5 passos

1. Identifique quem são os seus concorrentes

O primeiro passo na análise de seus concorrentes é saber quem são e onde estão. O primeiro passo é procurar no Google e nas Redes Sociais, encontre a sua concorrência e escolha pelo menos quatro competidores. Dessa forma, você já vai ter dados suficientes para começar o estudo.

Para que a análise da concorrência seja completa, preste atenção nos tipos de concorrentes:

  • Concorrência direta. Ache os seus concorrentes diretos, ou seja, os empreendimentos que fazem parte do mesmo mercado em que você se encontra e oferecem o mesmo produto ou serviço, por exemplo: Coca-Cola e Pepsi, Samsung e Apple.

analise da concorrência

  • Concorrência indireta. Por outro lado, encontre os seus concorrentes indiretos, ou seja, as empresas que fazem parte do seu setor e têm o mesmo público-alvo, mas que vendem um produto diferente -mesmo que atendam à mesma demanda, como no caso da Red Bull e da Starbucks. Ambas oferecem produtos diferentes, mas o público-alvo é o mesmo. Trata-se de uma porção de consumidores que pode optar entre uma bebida energética ou café –  pessoas que querem tomar algo que “agite”.

analise da concorrencia

2. Defina os dados da concorrência que você quer analisar

Depois de ter identificado os seus concorrentes, é necessário definir quais são os dados que você vai analisar.

Por exemplo, em quais redes sociais estão os seus concorrentes? Quantas publicações diárias e semanais fazem no Facebook, Twitter e em todos os canais de mídia social? Quantos seguidores têm? Que tipo de conteúdo publicam? Quantas interações são geradas com likes, shares e comentários? Eles respondem as mensagens do público?

Resumindo, tudo o que você acha que pode lhe ajudar a aprender mais sobre a sua concorrência e analisar seu comportamento de forma mais eficaz.

E se você não sabe por onde começar ou quais dados incorporar, além dos mencionados acima, não se preocupe, porque no passo 4 eu vou compartilhar um modelo para download para que você saiba quais os dados precisam ser seguidos.

analise da concorrencia

3. Tenha as melhores ferramentas sempre à mão

Estamos na era da Internet, onde tudo é mais fácil do que nunca, por isso, se você não sabe como analisar a sua concorrência, não se preocupe: existem ferramentas especificamente criadas para ajudá-lo a fazer uma análise dos concorrentes da forma mais abrangente possível.

E, apesar de que encontrar estes dados é uma coisa que você pode fazer com facilidade – revisando os perfis rivais – aqui vão algumas ferramentas que podem ser bastante úteis:

  • Quicksprout. Permite comparar até quatro concorrentes ao mesmo tempo e mostra a quantidade de conteúdo compartilham em suas redes sociais.
  • Fanpage Karma. Controle a sua presença e da sua concorrência nas redes sociais. O plano gratuito dá a possibilidade de analisar os últimos 90 dias de todas as contas e permite comparar o desempenho, o crescimento, o conteúdo mais usado, o número de fãs, as interações, a frequência de publicação e o engagment, dependendo do dia, da hora, e muito mais.
  • Audiense (antes SocialBro). Permite medir a sua marca e a concorrência no Twitter ao mesmo tempo. A ferramenta compara as suas ações com as dos seus concorrentes.
  • Twitter Counter. Com esta ferramenta é possível fazer uma comparação de seguidores e tweets no Twitter, embora a versão gratuita só permita  visualizar no máximo seis meses.
  • Like Alyzer. Essa é genial. Faz uma análise completa de fan pages do Facebook se você informar só a URL: Analisa desde informações mais básicas até o rendimento das publicações.
  • Quintly. É semelhante à  Fan Page Karma e permite monitorar as redes sociais (como Facebook, por um período de teste gratuito). Fornece informações sobre os KPIs, o comportamento dos fãs, usuários mais ativos, tempo de resposta e interações com os usuários e localização, entre outros.

4. Recolha dados e analise as informações

Chegou a hora da verdade: o momento de fazer a análise da concorrência, identificar qual é a sua vantagem competitiva (e, portanto, trabalhar para promovê-la) e ver quais são as  informações úteis que você pode extrair dos seus concorrentes para melhorar o desempenho da sua estratégia nas redes sociais.

Para poder analisar tudo isso, é fundamental que você monte um documentou ou planilha onde vai anotar os dados de forma clara e agrupável. É importante fazer esse seguimento e dedicar o tempo necessário à análise.

E pra que você não perca tempo com a tarefa – e, obvio, para economizar trabalho – criamos um excel com os dados que você precisa incluir na hora de fazer uma análise dos concorrentes. Para acessar o documento, clique aqui. Caso prefira baixar a planilha, você também pode fazer o download diretamente no seu computador.

Independente do uso, a planilha é muito prática já que você só precisa completar os campos necessários.

analise da concorrencia

Clique na imagem para baixar o modelo no seu computador.

5.Tome decisões e crie estratégias

Depois de ter recolhido e analisado informações dos seus concorrentes, chega o momento crucial: tomar as decisões que vão mudar o rumo da sua empresa.

No fundo, esta é a verdadeira razão pela qual você analisa os seus concorrentes: pra fazer o seu negócio melhorar. Então, agora que você já tem todos os dados à sua disposição, é hora de decidir o que fazer com eles.

Aproveite a oportunidade pra fazer um brainstorming e redefinir a sua estratégia de mídia social, mas também vá além e aproveite pra potencializar as ações que você sabe que funcionaram, deixe de fazer tudo o que não esteja funcionando e nunca deixe de provar novas ideias. É assim que você vai encontrar a fórmula que vai lhe permitir crescer e crescer enquanto você vê os concorrentes ficarem pequenininhos no seu retrovisor.

Se você fizer uma boa análise dos concorrentes e tomar as medidas adequadas, ninguém vai pará-lo.

analise da concorrencia

Então, o que você achou destes 5 passos para fazer uma análise dos concorrentes? Vai implementar? As informações são úteis? Deixe seus comentários!

Ah, e como sempre, não deixe de compartilhar este artigo nas redes sociais para que todos os empreendimentos de pequeno e médio porte possa aproveitar estas dicas! E se você ficar sabendo de alguma queixa da sua concorrência, lembre-se novamente de Al Pacino e diga que “não é nada pessoal, são só negócios” ;).

Se esse artigo lhe pareceu interessante e você quer ampliar ainda mais os seus conhecimentos sobre redes sociais, então eu queria recomendar nossos seguintes artigos:

10 Técnicas SEO que apavoram (a concorrência)

Como fazer o Upload Massivo de Posts em Minutos! (Guia passo a passo)

Visual Storytelling: como CHAMAR A ATENÇÃO no Facebook através de imagens

Como criar um calendário de conteúdo?

Comments